Nutrição e saúde do cabelo

Células do folículo capilar requerem bom suprimento de nutrientes e energia. A privação calórica ou deficiência de micro e macronutrientes podem levar a alterações estruturais, alteração na pigmentação, além de aumentar o risco de alopecia.

Fatores como a herança genética, o estado nutricional, o estresse, o uso de procedimentos químicos e as doenças auto-imunes contribuem para o risco de queda dos fios.

Em relação ao estudo da genética, o Centro de Genomas® avalia a predisposição do indivíduo para o desenvolvimento de Alopecia Androgenética (AGA) e o resultado fica pronto em 15 dias úteis.

Então, se por um lado, destaca-se o papel da genética para auxiliar o profissional na melhor conduta com seu paciente, por outro lado, a alimentação saudável é fundamental para o ótimo status de saúde dos fios.

Sabemos que as recomendações nutricionais de ingestão de nutrientes foram estabelecidas pelo Instituto Nacional de Saúde (NIH) e pelo Instituto de Medicina (IOM) e a seguir, destacamos alguns nutrientes específicos que vão ajudar a manter ou recuperar a sua saúde capilar.

Vitamina C (ácido ascórbico): Essencial para síntese de colágeno e ligações transversais de fibras de queratina. Fontes: Laranja, limão, abacaxi, kiwi, acerola, morango, goiaba e brócolis.

Biotina: Atua como co-fator crucial para a produção de energia na mitocôndria. Fontes: Noz, Amêndoa, castanha, levedo de cerveja, leite, gema do ovo, arroz integral.

Vitamina B3 (niacina): está ligada ao fornecimento de energia celular. Fontes: Ervilha, amendoim, fava, peixe, feijão, fígado.

Vitamina D: Estudos sugerem o crescimento dos cabelos está relacionado ao aporte adequado de vitamina D. Fontes: óleo de peixe, fígado, gema de ovo.

Vitamina A: Sua deficiência não causa perda de cabelo, no entanto o consumo excessivo pode levar a queda de cabelo e pele seca. Fontes: Fígado, cenoura

Ferro: Deficiência de ferro é a mais comum. Se seu consumo adequado ajuda na prevenção de queda de cabelo ainda causa discussões em estudos. Fontes: Ervilha, agrião, gema de ovo, carnes vermelhas.

Selênio: Perda de pigmentação do cabelo e pele são sintomas de sua deficiência que podem ocorrer. Fontes: Castanha do Pará ou do Brasil, farinha de trigo, gema de ovo.

Zinco: Co-fator essencial para diversas enzimas e fatores de transcrição, causando cabelos finos e brancos. Fontes: Carnes vermelhas, Cereais integrais, leguminosas, ovos, leite e derivados.

Vitamina B12 (cianocobalamina): Pode causar cabelos acinzentados, anemia megaloblástica entre outras complicações. Sua recomendação diária para adultos é de 2,4mg. Fontes: Fígado e carnes.

 

Cobre: Crucial para a força da fibra de queratina, além de outras enzimas também dependerem do cobre. A recomendação diária é de 900mg para adultos. Fontes: Carnes bovinas, fígado.

 

imagem

 

ReferênciaFinner AM. Nutrition and hair: deficiencies and supplements. Dermatol Clin.2013 Jan;31(1):167-72.