Correios na Luta Contra a AIDS

Pela primeira vez no Brasil, os correios unirão esforços para prevenir novos casos de infecção por HIV. A versão local da campanha global "Correios Lutando Contra a AIDS" foi lançada dia  9 de Fevereiro, terça feira, numa agência de correio de Brasília, DF.

O Brasil, com uma população estimada de 730.000 pessoas vivendo com HIV, é um dos sete países piloto que participam desta iniciativa global lançada em 2009 pela UNAIDS, União Postal Universal (UPU), Organização Internacional do Trabalho (ILO) e UNI Global Union. O objetivo é mobilizar a rede de 660.000 agências de correio ao redor do mundo na resposta à AIDS.

A campanha englobará mais de 12.000 agências de correio no Brasil. Os materiais incluem folhetos, pôsters, postais e uma carta especial com mensagens de prevenção contra o HIV – tudo adaptado ao contexto brasileiro. .

Os coreios, através de sua rede de distribuição de longo alcance, oferecem um ponto de entrada estratégico para atingir a população em geral e a equipe de colaboradores dos correios com mensagens de prevenção contra o HIV.

Pedro Chequer, coordenador da UNAIDS para o Brasil

Por exemplo, o slogan internacional “Seu correio se importa” foi adaptado para incluir uma mensagem preventiva explícita: “Os correios estão lutando contra a AIDS. E você? Proteja-se: use camisinha.”

O Ministro da Saúde, Dr.José Gomes Temporão, enfatizou a confiança e reconhecimento nacional que os correios inspiram no Brasil e reforçou o compromisso do governo brasileiro na luta contra o preconceito, discriminação e para a consolidação de uma política de direitos humanos baseada na inclusão social, em resposta à AIDS, quando falou sobre o tema no lançamento da campanha.

Na primeira fase da campanha será distribuído material no DF e nas regiões prioritárias do Amazonas e Bahia, estados onde a UNAIDS e outras agências das Nações Unidas estão implementando iniciativas conjuntas para combater a AIDS.

O esforço brasileiro vai além da iniciativa internacional, distribuindo por volta de 800.000 cartas com mensagens de prevenção contra o HIV em domicílios em regiões piloto. Desta forma, pela primeira vez na história do país, famílias receberão em casa informação para prevenção do HIV, através de um serviço de entrega especial do correio.

Durante o evento de lançamento, o coordenador da ação para o Brasil Dr Pedro Chequer disse, "Os correios, com sua rede de distribuição de longo alcance, oferecem ponto de entrada estratégico para atingir a população em geral e os próprios funcionários dos correios. Uma abordagem multi-setorial, como esta campanha, irá fortalecer a prevenção à AIDS no Brasil".&