Chlamydia (Chlamydia trachomatis)

Aplicação:

As infecções pela Chlamydia trachomatis são atualmente reconhecidas como uma das principais causas de doenças sexualmente transmissiveis (DST) em todo o mundo, com a ocorrência de aproximadamente 89,1 milhões de casos anualmente.

Sabe-se que a C. trachomatis é causadora de cervicite, doença inflamatória pélvica (DIP), conjuntivite infantil, pneumonia infantil, uretrite, epididimite e proctite. A C. trachomatis é também a causa mais frequente de uretrite não-gonocócica (UNG) em homens (aproximadamente 24 a 55% dos casos). Entre as mulheres, as consequências das infecções clamidiais são graves quando não tratadas, sendo essa infecção urogenital a causa mais frequente de infertilidade de origem tubária. Visto que, aproximandamente metade dessas infecções é assintomática, muitos casos não são detectados e tratados, conduzindo a problemas adicionais, particularmente com mulheres grávidas. Os bebés nascidos de mães infectadas têm um alto risco de desenvolver conjuntivite de inclusão e pneumonia.

A recorrência das infecções é comum, especialmente nos individuos que se infectam antes dos 20 anos, e a imunidade desenvolvida é parcialmente protetora, considerando-se 15 ou mais sorotipos da C. trachomatis. Episódios sucessivos de infecção aumentam o risco de desenvolver sequelas e a chance de se contrair a infecção pelo HIV.       

A técnica de PCR é a mais sensível e específica no diagnóstico da Clamídia, sendo a metodologia recomendada pelo CDC (Centro de Controle de Doenças). A referida técnica também pode ser aplicada com sensibilidade em amostras de urina.

Material: 1- Escovado endocervical, escovado uretral

2- Urina 1º jato

3- Sereção ocular

4- Semen

5- Outros materiais (consultar)

Volume de Amostra:

 Urina  - 5ml.

 Semen – 2ml.

Preparo do Paciente:

 1- Abstinência sexual de 24 horas.

 2- Não fazer uso de óvulos e cremes vaginais.

 3- Não realizar duchas ou lavagem interna.

 4- Não realizar ultrassom transvaginal.

Observações:

- Indicar medicações utilizadas pelo paciente.

- Em casos de exames anteriores, enviar os resultados obtidos

Armazenamento: Refrigerar (2º a 8°C).
Estabilidade: 7 dias refrigerado.
Metodologia: PCR em Tempo Real.
Prazo de entrega: 03 dias úteis.
Transporte do material: O material pode ser transportado em gelo seco ou refrigerado (gelo reciclável) em caixas de isopor.
Prazo para recebimento: Até 24 horas após o envio
Código: M-9008-1

Nota: Enviar o material no Kit fornecido pelo Centro de Genomas®