HLA B 57*01

Farmacogenética

Sensibilidade ao ABACAVIR – HLA B 57*01

O abacavir é um medicamento antirretroviral da classe dos análogos aos nucleosídeos frequentemente utilizado entre as pessoas com restrições ao uso de tenofovir ou mesmo na primeira linha de tratamento.  Entretanto, reações de hipersensibilidade grave após exposição ao abacavir têm sido observadas entre 3-5% dos pacientes.  Os sintomas clínicos aparecem dentro de 6 semanas, incluindo febre, erupção cutânea, sintomas gastrointestinais (náusea, vômito, diarreia e dores abdominais), letargia, sintomas respiratórios e choque. Tornam-se mais graves sendo potencialmente fatais reexposição ao medicamento.

Existe uma correlação inequívoca entre a hipersensibilidade ao abacavir e a presença do alelo HLA-B*5701. Cerca de 9% das pessoas apresentam este perfil de HLA, sendo que todas as que apresentam as reações de hipersensibilidade grave ao abacavir (aqueles 3 a 5%), albergam o alelo HLA-B*5701. Desta forma, fica formalmente contraindicado o uso do abacavir entre os portadores do HLA-B*5701.

Confira abaixo os detalhes de cada Exame (Indicação, Amostras, Prazos e Transporte)

Sensibilidade ao ABACAVIR - HLA B 57*01

INDICAÇÃO

Sensibilidade ao ABACAVIR – HLA B 57*01

METODOLOGIA

Cultura de linfócitos

AMOSTRA

Sangue Total EDTA (5mL)

TRANSPORTE

Temperatura Ambiente
Estabilidade de 5 dias.

PRAZO DE RESULTADO

— dias úteis