Sensibilidade ao Clopidogrel

Farmacogenética

Sensibilidade ao Clopidogrel

O clopidogrel é um inibidor da agregação plaquetária mais empregado no mundo. Sua utilização reduz o risco de crise cardíaca, angina instável e derrame cerebral, bem como o risco de morte em pessoas que sofrem de doenças cardiovasculares.

Apesar desse benefício, alguns indivíduos podem responder menos intensamente do que outros ao clopidogrel. Isso se dá principalmente pelo fato de tratar-se de uma pró-droga, que é metabolizada por enzimas do grupo CYP2C19, que tem demonstrado variações na atividade.

Essa variabilidade que prejudica a sua capacidade de ativar o medicamento pode levar à diminuição da eficácia do clopidogrel e aumento do risco de eventos cardiovasculares adversos.

O teste molecular detecta os 5 alelos (*2, *3, *4, *8, *17) conhecidos por alterar a eficiência da enzima hepática. O alelo selvagem CYP2C19*1 é associado ao metabolismo de resposta normal da droga, enquanto que a variante mais comum CYP2C19*2, com frequência de aproximadamente 15% em Caucasianos e Africanos e entre 29-35% em Asiáticos, é relacionada à perda da função da enzima. Outros dois alelos relevantes são o CYP2C19*3, que gera um produto não funcional e com frequência de 2-9% em asiático e CYP2C19*17, com frequência entre 3-21% entre as diversas populações, que resulta em um aumento da atividade enzimática como consequência do aumento da taxa de transcrição.

Confira abaixo os detalhes de cada Exame (Indicação, Amostras, Prazos e Transporte)

Sensibilidade ao Clopidogrel

INDICAÇÃO

Pacientes que iniciarão tratamento ou que apresentem ineficácia e/ou efeitos adversos aos medicamentos empregados na cardiologia.

METODOLOGIA

PCR + Sequenciamento

AMOSTRA

Sangue Total EDTA (5mL)

TRANSPORTE

Temperatura Ambiente
Estabilidade de 5 dias.

PRAZO DE RESULTADO

15 dias úteis